quinta-feira, 27 de julho de 2017


                                                                                                                               TUDO JUNTO E MISTURADO



No mosaico fotográfico organizado por Ronaldo Amboni, uma visão de nossa herança histórica.


Em julho comemoramos os 341 anos de Fundação
da Laguna e 178 anos da Proclamação da República
Juliana. Episódio que lançou, nos palcos do mundo, a figura da Heroína lagunense, Anita Garibaldi.
                                     ===.===
Alguns historiadores mais recentes, afirmam, que Aninha ( 14 anos)  tinha idéias liberais, republicanas, enquanto seu marido  Manoel Duarte de Aguiar era um monarquista convicto.
Esse conflito de idéias acabou  provocando a separação do casal.
                                    ====
Não  sendo historiador nem pesquisador, apenas um contador de “causos”, fico com a tese defendida pelo professor, historiador, pesquisador, jornalista  e escritor Ruben Lima de  Ulysséa:                                                             “ Anita foi uma heroína por Amor”.
                                    ====

Aninha  era uma menina, irrequieta, que vivia a correr, descalça pelos verdes campos de sua terra, foi forçada a contrair matrimônio com o sapateiro Manoel.                                                                                                                              Aninha não teve filhos com o marido. Parece, que o Manecão não dava no couro.
                                   ====
Giuseppe Garibaldi, com pinta de Giuliano Gema, ator de faroeste italiano, entrou de sola na sapataria.
Manoel logo percebeu, que seu casamento não estava mais valendo nem um  ”dólar furado”.

O Amor e o fogo da paixão incendiaram as páginas da história.
==========================================
                                     

                                                                                                                                                                                                                                             MOTO LAGUNA DE INVERNO

                                         

                                             Local: 
           




            LAGUNA TOURIST HOTEL


São esperadas cerca de 6.000 pessoas, entre acompanhantes, técnicos e motociclistas.
   Ao acordarem receberão o “bom dia” do sol a despertar por trás da Ilha dos Lobos.








Uma corridinha matinal até o ponto mais alto do morro, e poderão vislumbrar,   mais para o sul, toda a pujança da Praia do  Mar-Grosso.





Do alto do hotel o visitante precisar ter olhos de coruja, 360 graus de beleza.

A Oeste, visão noturna da Ponte Anita Garibaldi.




E, no final da Praia do GI, um encontro com a misteriosa 
                   
                     Pedra do Frade.


                                         ===.===


 Não se perca, acione o GPS, isto é, o Farol do Cabo de Santa Marta, sentinela do Atlântico Sul.


                              ===============



                    
O Evento Moto-Laguna de verão  está em sua vigésima edição e, o de inverno, que começa neste final de semana, completa 6 aninhos.
                                  ====
No começo houve muito falatório. Moças em posições lascivas, nas garupas das motos. Falavam até em libertinagem, sinônimo de sacanagem.
          Recolhi algumas fotos de eventos anteriores.
                              Ao lado das “feras”...





Temos , também, o Moto-Infantil





                           E o Moto-Família







                            =============



...Bem,  como em quase todos os grandes eventos, na madrugada, todos os gatos são pardos...


O MOTOQUEIRO-FANTASMA

Sua nova moto, motor de mais de 1000 cilindradas estava sendo preparada para participar do Moto-Laguna de inverno.                                                                               Conforme relato do amigo Sérgio Castro, a esposa do motociclista, cortou o barato,  impôs condições.  Encheu a garupa de pregos.                                                                                 ___     Caroneira sexi?
___ Só se for faquir! 
Não se admirem se ele aparecer disfarçado de:
                    Motoqueiro-Fantasma,

... botando fogo pelas ventas...

                              ============


                       COMO ANDAM AS COISAS                         


NO REINO DAS PERERECAS?


Passada as turbulências de início de governo, aguardava-se a execução de alguns projetos, realmente impactantes para o município.
Nada aconteceu.  Laguna continuou no Brejo.
                               =====
Esperava-se muito da Administração Mauro Candemil. Cidadão gabaritado, engenheiro-elétrico, que já teria sido até Diretor de Multinacional deveria ter um plano de governo factível, viável para Laguna.
         Se ele, o projeto, existe,  ninguém  sabe, ninguém viu.
                            ============
Com a crise moral e política, desemprego, Terminal Pesqueiro engatinhando, camarão sumido, resta como  taboa de salvação  -  O turismo.
Mas, como pensar em turismo com o ESGOTO correndo pela areia de  nossas principais praias  Mar-Grosso e Farol de Sta.Marta?






                                     =========
Em nossa modesta opinião eis, aí, a grande  oportunidade para a atual Administração marcar os dois primeiros anos de sua gestão? Acabar com a poluição cloacal de nossos principais balneários.
Nem que tenha que decretar prisão de ventre para todos os poluidores.
                                   =========
Não é colocando areia sobre a água fétida que irão resolver o problema. Estão imitando o ex-prefeito Everaldo, tapando o sol com peneira...



                   ===============





___   COMO ESTÁ O BREJO LEGISLATIVO?

Após a sessão de MMA, com troca de sopapos entre membros da mesa, a Câmara voltou a reunir-se  nesta semana.Três sessões extraordinárias, convocadas pelo Prefeito. Uma rebentona.
                              ====
    O ambiente estava calmo, porém, uma calmaria que precede a tempestade. Um toró que pode desabar já, durante a primeira sessão após o recesso.
Haja chá de camomila, pois cautela e caldo de galinha não fazem mal para ninguém.
    Se a tempestade é iminente, tratemos de armar o pára-raios...
                                 ===========
 COMPARANDO
Segundo o prefeito Doria, a cidade de São Paulo tem 450 mil buracos.
____ Quantos buracos teremos em Laguna?
                                      ======
EXAGERANDO
   O Elvis Palma  badala cada empresa que consegue para patrocinar o Programa “Panorama” da Rádio Garibaldi .
___ Agora é a  Casa do Pintor. Até a esposa reclamou...
___ Ele anda pintando o sete?
__ Não, mas, entrar no quarto, à noite, de brocha na mão já é demais....
                           =================

       LAGUNA – NOSSA TERRA, NOSSA GENTE.    
                           
                                  DOR DE DENTE



Remédio caseiro para dor de dente. Um pano embebido numa solução de álcool e alho era colocado no paciente, passando por baixo do queixo,  e amarrado no alto da cabeça.

                                ====
Nos defuntos frescos utilizava-se método semelhante, para evitar que o falecido ficasse de boca escancarada, com a mandíbula caída. Pelo menos, até que ficasse durinho, como convém a um morto.
                               =======
O velório foi na  antiga Roseta, na residência do extinto. Na calada da noite, conta André Reis, os familiares saíram para descansar, deixando o falecido na companhia dos amigos de boemia.                                                                                 Hora das inconfidências inconfessáveis, publicamente.
                                   ====
Encomendaram o tira-gosto e  muita cerveja. O gelo foi colocado no caixão. O morto, ainda com o pano amarrado na queixada, foi colocado em pé, atrás da porta.
                                      ===
A algazarra começou a perturbar a vizinhança.                     A polícia foi notificada. O delegado de plantão era o Tenente Hermôgenes, oficial músico da Banda da Polícia. Homem sensível e muito educado.
                                        ===
Entrou no recinto, e foi logo avisando:                          ___Perturbação da ordem pública dá cadeia.

Ao virar-se para sair,  deu de cara com o fulano, de pé, atrás da porta...

___ E, tu também, nem adianta fingir que estás com dor de dente!
==========================================


sexta-feira, 21 de julho de 2017




                                                 ASAS À IMAGINAÇÃO







Uma pista com, aproximadamente, 1.400 metros mar adentro.

Se, nos finais de semana, se proibisse o trânsito de veículos no molhe norte, as pessoas que gostam de caminhar ganhariam uma pista inigualável. Um local de excepcional beleza onde, a natureza exuberante oferece, sempre, um espetáculo ímpar.
Além dos botos, dos pescadores, das embarcações,  e dos surfistas,  os pássaros os convidam a dar asas à imaginação.
                                     =======
No inverno, o caminhante pode ser agraciado com a presença de visitantes ilustres, como baleia, leão-marinho e pinguim.
                          =======
Se você gosta de animais, leve um pouquinho de ração para alimentar os gatinhos, que vivem nas grutas do molhe. Talvez, até, adote um deles.

                                                                                                                                   Foto blog Renato Souza



                                     ==============


 ___ E, por falar em rango....

Deus ajuda quem cedo madruga. Ela chegou antes dos botos.
                                  =========
DECEPÇÃO!




___ Só tinha siri vivo.  Cardápio indigesto, mesmo para uma garça faminta.

                                 ============



Hora de dar uma paradinha ao lado do farolete. Respirar fundo e olhar em volta.
     O amor é lindo.

E, ainda dizem, que dois bicudos não se beijam...
                           ===============  


      Na foto, a criança acredita que pode alcançar a gaivota.
Na realidade,  ela é  a Esperança de um futuro melhor, tarefa que cabe aos adultos de hoje, realizar.

    
                                  ===============

   Ao lado do molhe, dois flagrantes comuns, na praia do Mar-Grosso.
___ Hora de encarar?




No caminho de volta, tudo será diferente, as ondas, o vento...
                                       =====


     Num dos espigões o homem conversa com a ave. Confiança mútua.

===============




                      

O Trinta Réis, outra ave que habita a região dos molhes, além de exímio mergulhador é um pássaro que intriga os magos da economia.
Ele está imune às variações cambiais  e às altas e baixas da Bolsa de Valores.
Nem os índices de inflação alteram seu poder de compra. Ele continua valendo TRINTA RÉIS.

                                ============

                               



E, o pôr do sol anuncia que é hora de retornar ao ninho.


                                       

___ Que tal?
­­­ ­­­___ Não vale a pena caminhar pelo molhe?



AMBIENTALISTAS PREOCUPADOS.



 Alguns eventos turísticos estariam  modificando o comportamento de algumas aves, que habitam a orla da Praia do Mar-Grosso.

       Por exemplo, as caroneiras, do Moto-Laguna estão deixando as Corujas Buraqueiras, de cabeça virada.
Já trocaram a noite pelo dia.

                                            ====

E, os maçaricos estão mais acesos que nunca. Não querem nem ouvir falar de migração...




Dizem, que o João de Barro  cedeu sua casa para o pica-pau, e alugou um puxadinho na toca da coruja. Quer ficar perto do agito...
                            ===============





O INCORRUPTÍVEL

O Gavião Quiriquiri continua alimentando-se de pequenos roedores. Ratos políticos, aqueles que abandonam o barco na iminência do naufrágio, fazem parte de seu menu diário.






=========================================


                                   BIRUTA







DEU PIXIXI NO PIXOXÓ – Traduzindo:  o pau comeu na casa de Noca.
Como acontece no Congresso Nacional, nossos vereadores partiram para os xingamentos pessoais.
                                      ==.==
O vereador  pastor já iniciou a sessão da última segunda-feira, com uma mensagem apocalíptica:
“ Raça de víboras, como podeis falar coisas boas, sendo maus”.
Logo a seguir desabou o dilúvio.
                                       =====
Com aprovação unânime dos seus pares, uma semana antes, o presidente da Casa modificou o Regimento Interno.
Com a mudança na lei seria possível fazer, já, uma eleição para eleger o presidente para o próximo biênio.
Moleza. O atual presidente tinha apoio da maioria, seria reeleito.
                                    ======
Acontece que, base de apoio no legislativo é como biruta de aeroporto, muda de lado, a qualquer hora, dependendo do vento.
E, deu lestada na segunda-feira, dia da eleição.
Birutice total. Um grupo mudou de lado, e entrou com Mandado de Segurança, pedindo suspensão da eleição. Conseguiram.
Presidente retirou o pleito, de pauta.
___ Aí começou o  quiproquó?
                             =====
___ Pelo que entendi, o Mandado de Segurança fora retirado, e a Frente de oposição ao presidente, agora em maioria, queria a realização da  eleição e concorreria com candidato próprio.
                                  ===
A sessão terminou em nome de Deus, mas parecia coisa do diabo.
                                     ====
Previsão do tempo. Clima vai continuar quente na Câmara de Laguna.
Ventos do quadrante norte, de fortes a moderados já começam a mudar a posição da Biruta...
==========================================

A CORRUPÇÃO E A SACANAGEM DESMORALIZARAM O CONGRESSO NACIONAL.



O CUPIM E O VÍRUS DO DESCASO ESTÃO  CORROENDO O CONGRESSO LAGUNENSE.




METAMORFOSE



Assim, como a borboleta, que leva uns 8 meses para se transformar, de lagarta em borboleta, nosso prefeito começa a sair do casulo.
Na mesma semana  reuniu-se com a comunidade de Farol de Sta. Marta, e levou quase todo o secretariado para uma visita ao Mirante da Glória.
                                     ======

Em Florianópolis, Laguna não é diferente, os mirantes ficaram à mercê da bandidagem.
  O Anjo da Guarda, que protegia a  imagem de Nossa Senhora da Glória, pediu aumento de salário periculosidade. 

                                   ====
Parece, que o aniversário do prefeito Mauro Candemil é dia 15 de agosto.
Dia de Nossa Senhora da Glória.
Uma festa para o prefeito naquele local poderia ser o pontapé inicial da reocupação do Mirante da Glória.
                              =============
BAFO DE URSO
   Nazil Bento Junior informa: está criado o Bloco Carnavalesco Bafo de Urso, com a responsabilidade de reviver o carnaval do Centro Histórico.
Desfilará no sábado de carnaval. Todo mundo fantasiado. Banda tocando, somente, antigas marchinhas. A concentração será nos fundos do Clube Blondin (antiga quadra de futebol de salão).
                                  =====
Convém lembrar, que o Nazil já foi destaque na Escola de Samba “ Bem Amados,” e musa no jogo Maiôs versus Biquinis, na Praia do Mar-Grosso.
                                ==========



    LAGUNA – NOSSA TERRA, NOSSA GENTE.    

                                                                                                                                  O JÓQUEI


                        



Nas comunidades rurais da Laguna a carreira de cavalos era o esporte que reunia muita gente. Não sabemos se essa tradição ainda sobrevive no interior da Laguna.                                                                                          Uma das canchas mais famosa era a de Barbacena. Pista curta e estreita. O páreo era disputado entre dois animais.
                               ========
Tudo era muito demorado até formar a parelha.   A seguir vinham as apostas.Muita confabulação e tempo.
Finalmente, lá estavam eles, animais e jóqueis a espera do sinal.                                                                                        À frente deles, um cidadão segurava um lenço branco.
Ao cair do lenço era dada a largada.
                                  =====
 Na carreira da Barbacena só se falava na  égua do Benoni, não por suas vitórias, mas, sim, por sua estranha performance nos diversos páreos.
Tinha arrancada, estilo cavalo paraguaio, porém nunca cuzava a linha de chegada em primeiro lugar.
Tinha mais vice campeonatos que o time do Vasco.
                                   =====
Naquele domingo Benoni resolveu promover o tira-teima para acabar com o trauma da égua.
Ela correria, sozinha. Sua oportunidade de chegar em primeiro lugar.
Muita gente, prestigiando o evento.
                                     =====
Foi dada a partida. Tudo cronometrado. Bom desempenho.
A poucos metros da linha de chegada a égua tropica, e arremessa o jóquei bem a sua frente.
___ A égua do Benoni não escapou de sua sina, o jóquei chegou em primeiro e, ela, em segundo lugar.
__ O jóquei que passou a égua pra trás, chamava-se                        Edésio Joaquim.

Até hoje ele comemora o feito.
                                                                                                 Nas rodas de aperitivo, na Pizzaria Chedão, ele só toma uisque cauboi.
==========================================






sexta-feira, 14 de julho de 2017




                                            ANIVERSÁRIO DA LAGUNA
                                         1.676 – 2.017

                                   Domingos de Brito Peixoto



Domingos de Brito Peixoto, fundador de Laguna, fazia parte do time dos Bandeirantes.         
=============

      A primeira coisa que fez ao chegar  a nossa Santa Terrinha foi acomodar a imagem de Santo Antônio dos Anjos em sua capelinha, construída no sopé do morro.

                                          =====
A povoa de Laguna ia de vento em popa, porém, Brito Peixoto recebe uma nova missão:  Levar o Brasil mais para o sul. E, lá fomos nós, ajudar a povoar o Rio Grande.




Orientando-se pelo mapa  fornecido pelo ex-prefeito Cadorin, seguindo o caminho dos tropeiros, a expedição de Brito chegou até Viamão, promovendo, ali, a título de comemoração, o primeiro Grenal da história.

                                   ========
O bandeirante aprendeu a gostar do feijão tropeiro. Anos depois, o Governo Imperial, achando que estava por cima da carne seca, aumentou os impostos sobre o charque riograndense.
Os gaúchos reagiram, e iniciaram uma revolução que durou cerca de 10 anos.
E, ainda, dizem, que a carne é fraca.
           =============================







Pelo Tratado de Tordesilhas a Província Cisplatina (atual Uruguai) pertencia a Argentina. Dom João VI, o primeiro “coxinha” do Brasil, resolveu entrar na disputa pela posse da Cisplatina.

         Para manter uma guerra insana Dom Pedro I torrou o dinheiro do Império, até a Domitila teve que amargar um jejum, de cama e mesa.
                                      =======

Novamente, sobrou prá nós.  A Vila de Laguna, posto mais avançado da Coroa Portuguesa, foi para o sacrifício.  Homens foram convocados, cabeças de gado foram requisitadas para alimentar a tropa.
A Vila ficou pobre e vazia, só com mulheres e crianças.
Dívida que o Governo Central nunca nos pagou.
                                    =========





  Domingo na beira do cais.
       
      Enquanto aguardava seus convidados, Domingos de Brito Peixoto contemplava o belíssimo pôr do sol.
Ele ansiava por saber o que de mais importante teria acontecido com sua Laguna nesses 341 anos de existência.
                                       ======

Cadorin e Ivete compareceram a caráter,


Jairo Barcelos não deixou por menos.




Com  eles, Brito Peixoto ficaria por dentro dos detalhes sobre a saga farroupilha em Laguna.
                                =========

Soube dos lanchões transportados em carros de boi         e, também,  da aventura do Seival, navegando pelos rios da Carniça, pegando os imperiais de surpresa. Os caramurus foram  apanhados de calça na mão.



                                         

Através de vídeos das encenações da “Tomada de Laguna” e da “A República”. Brito Peixoto acompanhou  assombrado, as cenas de batalha; a proclamação da República
Juliana e o surgimento da Heroína Anita, combatendo ao lado de Giuseppe Garibaldi.


                           







Ainda emocionado com o que presenciara

Brito Peixoto deu uma circulada pela cidade e ficou  feliz  com o que viu.



Como bom fantasma, ele  circulou por sobre os morros...

 E desejou conhecer a Praia do Mar-Grosso, seguindo pelo 
                                  Bairro de Magalhães.




A DESPEDIDA

Desejando a todos os moradores da Laguna, parabéns pelo aniversário da cidade, Brito Peixoto fez um apelo aos administradores do município:



Durante a Semana Cultural coloquem telões em alguns pontos da cidade  para exibição de vídeos sobre a “Tomada da Laguna” e a “República”.
  O povo precisa sentir orgulho de sua terra e reconhecer a importância dessa gente para a história do Brasil.
                                 ========

Em “Off” ele nos segredou que torce pelo surgimento de novas lideranças, cujas performances na vida pública estejam a altura da grandeza desta terra.
                                     =======

O ESCAFANDRO


 

Vereador Tono Laureano, atualmente, respondendo pela Secretaria de Pesca e Agricultura está, realmente, fazendo um bom trabalho. O homem chupa cana e assobia, ao mesmo tempo.
Dizem, que já conseguia, até, uma pequena draga para limpeza dos rios de nosso sistema lagunar. Antiga reivindicação dos pescadores e agricultores da região.
                                 ======
Contaram-me, que a Secretária Municipal  de Administração e Finanças foi surpreendida com o pedido.
Tono Laureano pedia autorização para comprar um ESCAFANDRO.
Tono está a fim  de mergulhar no canal da barra da Laguna e  examinar, in loco,  os obstáculos que impedem  o aumento de calado de nossa barra.
                                   =====
Uma vez diagnosticado o problema Tono tomará as medidas cabíveis.
         Elvis Palma teria sido contratado para fotografar a operação.

            Parece que já topou. Comprou até peruca.



                  ==================================






                  LAGUNA – NOSSA TERRA, NOSSA GENTE



                                     DE PÉS JUNTOS

O cemitério da Irmandade de Santo Antônio dos Anjos da Laguna, localizado logo atrás da Matriz, é guardado a sete  chaves.
No portão, um cadeado tenta impedir  a entrada de vândalos e coibir  encontros cuja finalidade nada tem a ver com a vida dos mortos.
                                    =====
Há uns anos, não era assim, o portão ficava aberto, e qualquer pessoa podia entrar e sair, desde que estivesse viva, naturalmente.
Nossa história se passa naquele tempo.
                                  =====
Duas senhoras subiram a rampa, que as levava ao Campo Santo. Nos braços, lindos arranjos florais, feitos com flores naturais.
Diante dos túmulos de seus entes queridos, após uma rápida faxina no local, elas ajoelharam-se para orar.
O rosário rezado com contrição. Cada mistério meditado com devoção.
O silêncio ajudava a concentração...
                                       =====
Súbito, ouviu-se um suspiro profundo seguido de um suave gemido.
___ Deve ser alguém chorando seus mortos, pensaram elas.
   Os gemidos foram aumentando em número de decibéis. Ouviram-se vozes sussurrando.
__ Seriam  necrófilos, violentando corpos indefesos?
Para disfarçar a preocupação passaram a rezar em voz alta.
Os gemidos ficaram mais intensos e os “ais”  pareciam mais de prazer do que de dor.
      As rezadeiras lançaram um olhar em volta, procurando descobrir a origem daqueles sentidos “ais”.
E viram!
Pés juntos surgiam por detrás de um túmulo de mármore.
___ Seriam recém falecidos à espera do coveiro?
__ Mas, esperem, havia  algo de estranho naqueles pés juntos...
___ Por quê?  O cemitério não é a Cidade dos Pés Juntos?
___ Não daquela maneira, um pé com os dedos para cima e o outro, com o calcanhar para o alto.
___ Meu Deus, um está em cima do outro. Estão transando no cemitério...
Nessas alturas já tinha gemido para todo gosto.
                                =======
Nossas duas amigas interromperam o rosário e, de pé, de mãos postas, no melhor estilo “ Exército da Salvação”, em voz alta, quase aos berros, sapecaram o Glória, Glória, ALELUIA.

   A música ecoou de sepulcro em sepulcro.
Um banho de água fria nos amantes, enquanto ele recolhia o ferro, ela baixava  os panos, e cada um deles abandonou a “cena do crime” à sua maneira. O homem pulou o muro, e a mulher saiu pelo portão, quase correndo, tentando esconder o rosto. Inutilmente. Era casada e, ao passar, deixou um cheiro de chifre queimado no ar.
                                ==========
Esta é uma história verídica. Dizem, que a mulher jurava de pés juntos, que ia, semanalmente, ao cemitério, pagar promessa.
==========================================














                                                                                                                                 TUDO JUNTO...